Campanha incentiva denuncia de crimes contra crianças e adolescentes

Por meio do Disque 100, o Instituto CCR NovaDutra realiza ações de conscientização e apoio à causa ao longo da rodovia presidente Dutra na próxima quinta-feira (18)

 

A CCR NovaDutra realiza, por meio do Instituto CCR, campanha de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. As ações acontecem na próxima quinta-feira, 18 de maio, data oficial da luta contra este tipo de crime.

 

Nas praças de pedágio de Arujá, no Alto Tietê; Jacareí e Moreira César, no Vale do Paraíba; Itatiaia, no Sul Fluminense; e Viúva Graça, na Baixada Fluminense, haverá distribuição de 50 mil folhetos informativos, alusivos ao tema, que incentivam a denúncia de crimes contra crianças e adolescentes, por meio do Disque 100. A divulgação ainda será reforçada na programação da CCRFM 107,5 NovaDutra e no site da Concessionária.

 

“A responsabilidade social é um compromisso da CCR NovaDutra e o nosso envolvimento na campanha tem o intuito de esclarecer a população sobre este tipo de crime e de incentivá-la a denunciar qualquer suspeita de abuso ou exploração contra crianças e adolescentes, por meio do Disque 100”, ressalta a gestora de Relações Institucionais e Sustentabilidade da CCR NovaDutra, Carla Fornasaro.

 

Por meio do Instituto CCR, o Grupo CCR atua em parceria com o Programa Na Mão Certa, desenvolvido pelaChildhood Brasil desde 2006, e que tem como objetivo alertar e gerar soluções efetivas de prevenção e enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias.

unnamed

Números 

Dados divulgados em abril de 2017 pelo Disque-Denúncia da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República apontam que as crianças e os adolescentes são os grupos cujas violações de direitos humanos sofridas em 2016 tiveram mais casos denunciados por meio do Disque 100. Das 133 mil denúncias recebidas pelo canal no ano passado, 76 mil atendimentos (58% do total) se referem a essa faixa etária.

 

Entre as violações registradas contra crianças e adolescentes estão negligência, que mostra a ausência ou ineficiência no cuidado (com 37,6%); seguida de violência psicológica (23,4%), violência física (22,2%) e violência sexual (10,9%).

 

Como denunciar? 

Para denunciar qualquer suspeita de abuso ou exploração sexual infantil, disque 100, o Disque Direitos Humanos. A ligação é gratuita e tem funcionamento 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Em caso de emergência, é possível ligar para a Polícia Militar, pelo telefone 190.

CARTILHA

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *