Tráfego na via Dutra deve aumentar a partir da tarde desta quinta-feira (29)

Tráfego na via Dutra deve aumentar a partir da tarde desta quinta-feira (29)

CCR NovaDutra realiza operação especial de atendimento no feriado de Páscoa

 

A CCR NovaDutra realiza, a partir desta quinta-feira (29), operação especial de orientação e atendimento aos motoristas e passageiros que utilizarão a via Dutra durante o feriado de Páscoa. A operação contará com papa-filas nos pedágios; equipes extras do SOS Usuário em pontos estratégicos da rodovia; além de veiculação de dicas de segurança e entrevistas ao vivo sobre as condições de tráfego na saída e no retorno do feriado na CCRFM 107,5.

No trecho paulista da rodovia, o tráfego deverá ficar intenso entre 16h e 20h de quinta-feira (29/3) e entre 7h e 13h de sexta (30/3). No retorno, o tráfego deve ser maior no domingo (1/4), das 16h às 20h.

No trecho fluminense, a previsão é de tráfego intenso entre 14h e 20h de quinta-feira (29/3) e entre 7h e 13h de sexta (30/3). No retorno, o tráfego deve ser maior no domingo (1/4), das 16h às 20h.

Trecho paulista

Devem deixar São Paulo pela via Dutra cerca de 290 mil veículos, entre a zero hora de quinta-feira (29/3) e a meia-noite de sexta (30/3).

Saída de São Paulo (horários de pico):

Quinta-feira (29/3) – das 16h às 20h – previsão de 9.300 veículos por hora.

Sexta-feira (30/3) – das 7h às 13h – previsão de 8 mil veículos por hora.

 

Volta para São Paulo (horários de pico):

Domingo (1/4) – das 16h às 20h – previsão de 11 mil veículos por hora.

Trecho fluminense

Devem deixar o Rio de Janeiro pela via Dutra em torno de 185 mil veículos, entre a zero hora de quinta-feira (29/3) e a meia-noite de sexta (30/3).

 

Saída do Rio de Janeiro (horários de pico):

Quinta-feira (29/3) – das 16h às 20h – previsão de 5.500 veículos por hora.

Sexta-feira (30/3) – das 7h às 13h – previsão de 5 mil veículos por hora.

 

Volta para o Rio de Janeiro (horários de pico):

Domingo (1/4) – das 16h às 20h – previsão de 5.100 veículos por hora.

Programe seu retorno

A CCR NovaDutra alerta os motoristas que, para maior conforto, evitem trafegar no domingo (1/4), das 16h às 20h, horário de aumento do volume de veículos na rodovia.

Operação especial de atendimento do SOS Usuário

Para auxiliar os usuários durante a viagem, a via Dutra será inspecionada por mais de cem viaturas e 500 profissionais. Entre eles, médicos, agentes de atendimento pré-hospitalar e equipes de emergência, que estarão 24 horas à disposição dos usuários, em regime de revezamento, distribuídos em 11 bases operacionais ao longo da via Dutra.

Durante o feriado de Páscoa, a CCR NovaDutra colocará equipes extras do SOS Usuário em pontos estratégicos da rodovia, a fim de agilizar o atendimento nos dias com previsão de maior volume de tráfego, ou seja, na saída e no retorno do feriado. Haverá, ainda, reforço operacional nas praças de pedágio e realização de operação papa-filas, quando necessário, que consiste na venda de cupons nas filas das cabines. A CCR NovaDutra solicita aos motoristas que utilizem suas moedas no pagamento das tarifas de pedágio, a fim de facilitar o troco e colaborar com a fluidez do tráfego.

Atenção para os trechos em obras

A Concessionária informa os trechos com obras 24 horas e restrição de tráfego. Nestes locais, o motorista deve reduzir a velocidade e respeitar a sinalização.

 

Trecho fluminense

 

Km 304,9 – Resende – pista marginal sentido São Paulo – Obras de modernização da ponte sobre o rio Alambari. Tráfego da rodovia flui pela faixa da direita. Os serviços são realizados na faixa da esquerda.

Km 251, 9 – Piraí – pista sentido Rio de Janeiro – Obras de modernização da ponte sobre o córrego Pau d´Alho. Tráfego da rodovia flui pela faixa da direita e pelo acostamento, utilizado provisoriamente como faixa de rolamento. Os serviços são realizados na faixa da esquerda.

Km 172,2 – limite entre Mesquita e São João de Meriti – Obras de modernização da ponte sobre o rio Sarapuí. Tráfego da rodovia flui pela faixa da esquerda. Os serviços são realizados na faixa da direita e no acostamento.

Trecho paulista

Km 213,3 – Guarulhos – pista expressa sentido São Paulo – Obras de implantação do trevo Jacu Pêssego (fase II). Desvio de tráfego da pista expressa sentido São Paulo para a pista marginal, com implantação de pista reversível nos horários de maior movimento.

Km 35,– Cachoeira Paulista – pista sentido Rio de Janeiro – Obras de modernização da ponte sobre o córrego Sapê. Tráfego da rodovia flui pela faixa da esquerda. Os serviços são realizados na faixa da direita e no acostamento.

PRINCIPAIS ACESSOS DA RODOVIA

 

Acessos ao Litoral Norte Paulista

 

  • Via Tamoios – O acesso à Rodovia dos Tamoios é feito pelo km 152 da pista sentido Rio de Janeiro, em São José dos Campos.

  • Via Oswaldo Cruz – Com o objetivo de orientar os motoristas sobre um acesso alternativo à Rodovia Oswaldo Cruz, que liga a Dutra a Ubatuba (SP), a CCR NovaDutra informará os motoristas sobre a possibilidade de utilizar a saída do km 112,5 da via Dutra. O acesso, na pista sentido Rio de Janeiro, também faz ligação à Rodovia Oswaldo Cruz, além da saída do km 111. Faixas foram afixadas na via Dutra. A ação conta com o apoio da prefeitura de Taubaté.

 

Acesso a Campos do Jordão (SP)

 

  • No trecho paulista da rodovia, a Concessionária instalou faixas alertando os motoristas sobre a saída do km 117 da pista sentido São Paulo, acesso à Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, que leva à cidade de Campos do Jordão (SP).

 

Acesso ao Distrito de Penedo e Visconde de Mauá (RJ)

 

  • Via RJ-163 – Acesso à Penedo  e ACESSO LIBERADO PARA VISCONDE DE MAUÁ pela Rodovia Doutor Rubens Tramujas Mader é feito pela saída 311, em Itatiaia.

  • Via RJ – 161 – ROTA ALTERNATIVA à Visconde de Mauá pela Rodovia Joaquim Mariano de Souza, conhecida como Serra do Eme, é feito pela saída 305, trevo de Resende. Rota alternativa durante interdição da RJ -163, em razão das chuvas.

 

Disque CCR NovaDutra, CCRFM 107,5 e site

Os usuários da via Dutra contam com o Disque CCR NovaDutra 0800-0173536, telefone que oferece gratuitamente informações sobre as condições da estrada 24 horas por dia, e que também pode ser utilizado para solicitação de socorro médico ou mecânico. Há, ainda, 804 telefones de emergência ao longo de toda a rodovia a cada quilômetro, nos dois sentidos. Informações sobre condições da estrada podem também ser obtidas por meio da CCRFM 107,5, a cada três minutos, e do site da Concessionária na internet(www.grupoccr.com.br/novadutra).

Controle de velocidade

Com o objetivo de complementar a fiscalização de velocidade realizada pela Polícia Rodoviária Federal com radares móveis, estão implantados 58 pontos de controle com radares fixos na rodovia, que apoiam a ação policial (veja relação dos locais no site www.grupoccr.com.br/novadutra).

 

Localização das bases do SOS Usuário da CCR NovaDutra

Trecho paulista: Vila Maria, km 230, sentido SP; Arujá, km 202, sentido RJ; S. J. Campos, km 156, sentido SP; Pindamonhangaba, km 99, sentido SP; Lorena, km 52, sentido RJ; Lavrinhas, km 18, sentido RJ. Trecho fluminense: Penedo, km 311, sentido SP; Volta Redonda, km 258, sentido SP; Caiçara, km 227, sentido RJ; Japeri, km 206, sentido SP; Pavuna, km 166, sentido SP.

Localização das praças de pedágio e preços de tarifa

 

A CCR NovaDutra solicita aos motoristas que utilizem suas moedas no pagamento das tarifas de pedágio, a fim de facilitar o troco e colaborar com a fluidez do tráfego.

 

Sobre a CCR NovaDutra: A CCR NovaDutra é responsável pela administração da Rodovia Presidente Dutra, via com 402 quilômetros de extensão e que liga as duas regiões metropolitanas mais importantes do País: Rio de Janeiro e São Paulo. A rodovia abrange uma região altamente desenvolvida, que responde por cerca de 50% do PIB brasileiro. A Concessionária tem 22 anos de existência e foi a segunda a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR: Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Dividida em quatro núcleos de negócio, CCR Rodovias SP, CCR Rodovias BR, CCR Mobilidade e CCR Aeroportos, a empresa detém concessões nos principais modais em operação no País. Pioneira no segmento de concessões de rodovias no Brasil, a companhia é hoje uma das cinco maiores do mundo e atua com dez concessionárias de rodovias pelo país, CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel, CCR SPVias, Renovias, ViaRio e CCR MSVia, totalizando 3.265 quilômetros concedidos em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraná. No seu portfólio constam as rodovias consideradas melhores e mais seguras por anos consecutivos nos rankings especializados, tendo conquistado importantes índices de redução de acidentes fatais. Em transporte de passageiros, com a conquista, no início de 2018, da concessão das Linha 5 – Lilás do metrô de São Paulo e do monotrilho da linha 17 – Ouro, o grupo consolida sua atuação no segmento, gerindo importantes empresas responsáveis por mais fluidez, segurança e conforto em grandes vias urbanas. São elas: ViaQuatro, VLTCarioca, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, com negócios nas capitais paulista, fluminense e baiana, respectivamente. Já em concessões aeroportuárias, o Grupo CCR tem atuação internacional, com participação nos aeroportos de Quito(Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. Além do compromisso com a elaboração de projetos de infraestrutura para o País, a CCR também está atenta ao desenvolvimento sustentável das comunidades em que atua e aos seus 13 mil colaboradores. Nesse sentido, a empresa se tornou, em 2011, signatária do Pacto Global da ONU e, consequentemente, assumiu os compromissos nele firmados. A empresa também segue, pelo sétimo ano consecutivo, na carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3 e possui o Instituto CCR por meio do qual promove projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos nas regiões onde atua levando desenvolvimento social para milhares de pessoas. Com mais de 20 anos de trajetória, possui o reconhecimento dos mercados nacional e internacional em função de sua trajetória de sucesso e da adoção constante das mais rígidas regras de governança corporativa que pautam sua atuação e estão reunidas no Programa de Integridade e Conformidade da companhia.

 

Sobre a CPC: A Companhia de Participações em Concessões (CPC) é uma das empresas do Grupo CCR, e tem por objetivo avaliar as oportunidades de novos negócios, atuando tanto no mercado primário, em processos de licitação, quanto no mercado secundário, sendo responsável pela administração direta de eventuais novos negócios. A CPC detém, desde 2008, a participação de 40% da Renovias, concessionária de rodovias do Estado de São Paulo. Em outubro de 2010, a CPC passou a controlar 100% da CCR SPVias, concessionária de rodovias do Estado de São Paulo e, em 2012, assumiu 80% do capital social da concessionária CCR Barcas, a quarta maior operadora de transporte aquaviário do mundo. A CPC também possui 50% da Quiport, operadora do Aeroporto Internacional de Quito, no Equador, 48,75% da Aeris Holding Costa Rica S.A., operadora do Aeroporto de San José (Juan Santamaría), na Costa Rica, e 79,8% de participação na Curaçao Airport Partners NV, concessionária do aeroporto de Curaçao.

Compartilhe


Comentários


Notícias Relacionadas


ii